Como o Avaí pode melhorar a apresentação das demonstrações contábeis?

Possivelmente você já escutou que o Avaí arrecadou mais de 70 milhões de reais em 2019, sendo a maior receita da história do clube. É fato que muitos(as) torcedores(as) gostariam de saber qual é o percentual que o Avaí possui sobre os direitos econômicos do zagueiro Gabriel Magalhães, atualmente no Arsenal da Inglaterra. Certamente você já se perguntou qual a folha salarial do clube. Todas essas informações constam, ou deveriam constar, nas demonstrações contábeis do clube, em que são registrados seus bens, direitos, dívidas, receitas e despesas.

As demonstrações contábeis são elaboradas pelo departamento financeiro do clube a partir dos fatos que ocorrem em seu cotidiano (pagamento de salários e recebimento de cotas de TV, por exemplo). Estas demonstrações são auditadas por uma empresa para avaliar a fidedignidade das informações ali registradas. O Conselho Fiscal do clube, composto por contadores, preferencialmente, também elabora um parecer a partir da análise das demonstrações contábeis e do parecer da empresa de auditoria. Somente então o Conselho Deliberativo, a partir das demonstrações, do parecer de auditoria e do parecer do Conselho Fiscal, aprova ou reprova as contas do clube em uma reunião. Discute-se o tempo hábil necessário para leitura destas informações e posterior avaliação por parte do Conselho Deliberativo bem como a forma desta disponibilização, o qual poderia ser ampliado para aprimorar o processo.

Após esse processo interno do clube, entretanto, destaca-se que qualquer pessoa tem acesso a estes documentos (demonstrações e notas explicativas, parecer de auditoria, parecer do Conselho Fiscal). Você, torcedor ou torcedora que queira saber informações financeiras a respeito do clube, pode acessá-las no site do Avaí.

Destaca-se que a Transparência com que se apresenta tais informações é fundamental para que se alcance interpretações válidas. Os órgãos internos do clube possuem acesso a todas as informações, enquanto quem lê as demonstrações financeiras publicadas no site tem acesso apenas àquilo que é divulgado e da forma como se é feito. 

Neste texto, apontam-se aspectos que poderiam ser aprimorados pelo Avaí para que o clube seja mais transparente.

Organização do Relatório

Primeiramente, destaco que apresentar um documento escaneado, sendo que seria possível disponibilizar a mesma cópia do arquivo em formato digital, pode ser considerada uma prática inadequada. Caso o usuário queira pesquisar algum termo específico que pretenda analisar, por exemplo, isso não é possível, pois o relatório escaneado não permite tal busca. Salienta-se que a maioria dos clubes da primeira divisão do futebol brasileiro divulgam o relatório em formato que permite buscas. 

O patamar de arrecadação dos últimos anos demanda um relatório mais bem elaborado. A elaboração de um relatório anual que resuma os resultados esportivos e econômicos alcançados pelo clube, em conjunto com a divulgação das demonstrações contábeis, pode aproximar o(a) torcedor(a) que não é familiarizado(a) com a área de negócios. Adicionalmente, sugiro a apresentação de informações não apenas de cunho econômico, mas sim abordando aspectos sociais, ambientais, de recursos humanos, entre outros. Quais foram os resultados dos esportes amadores, olímpicos, futebol feminino e outros esportes em que o clube se faz presente ao longo do ano? Sumarizar todos estes resultados por esporte seria um avanço para o clube, até para valorizar os (as) atletas destas competições. Destaca-se que América-MG e Chapecoense, por exemplo, resumem algumas destas informações em seus relatório. [1, 2] 

Resumo:

  • Publicação do arquivo em formato PDF, mas que seja possível fazer buscas no relatório 
  • Sumário com o número das páginas que consta cada demonstração e notas explicativas
  • Resumo dos resultados esportivos de todos os esportes
  •  Resumo do desempenho econômico por meio de indicadores econômicos e análises
  •  Resumo de atividades sociais, ambientais e de recursos humanos do clube
Tempestividade

Atualmente o clube publica suas demonstrações apenas uma vez por ano. Aponto que algumas análises não são possíveis de serem feitas apenas com dados anuais. Por exemplo, quais foram as receitas e despesas do primeiro trimestre? Esta pergunta só poderia ser respondida caso as demonstrações fossem publicadas trimestralmente. Destaco que alguns clubes brasileiros já o fazem (Grêmio e Flamengo, por exemplo).

Ressalto que poderíamos avançar ainda mais. O Bahia é o principal exemplo nesse sentido, pois publica suas demonstrações mensalmente. Isso mesmo, é possível saber o custo da folha mensal do Bahia no mês de fevereiro, quando o clube disputa apenas o Campeonato Baiano e Copa do Nordeste, e comparar com meses em que ele disputa o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e, em alguns anos, Campeonatos Internacionais.

Resumo:

  • Publicação trimestral ou mensal das demonstrações financeiras (Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado).
Direitos Econômicos – Atletas

Uma importante fonte de recursos para o clube é a venda de atletas. Nos últimos anos nossas categorias de base proporcionaram o lançamento de alguns jovens para o time profissional, como o zagueiro Gabriel, lateral Guga e o meia Luan Pereira, os quais foram vendidos. Além disso, temos o exemplo do atacante Raphinha e do volante Wallace, que mesmo sem jogarem no time profissional geram retorno financeiro. Atletas que atuaram no clube em seu período de formação (12 a 23 anos) proporcionam o direito ao mecanismo de solidariedade e, a partir de transferências, geram benefício econômico para o clube.

Penso que apresentar estes valores de maneira discriminada, em que é possível identificar o montante que cada atleta gerou de mecanismo de solidariedade e/ou venda de direito econômico poderia evidenciar o quão importante é o investimento nas categorias de base por meio do seu retorno técnico e financeiro.

Tomamos o Grêmio como exemplo em tal divulgação, pois o clube segrega os valores recebidos em função venda de direitos econômicos, empréstimos de atletas, e valores relacionados com o mecanismo de solidariedade. [3]

Resumo:

  • Publicação dos valores recebidos pelo clube para cada transferência de jogador de maneira segregada (vendas, empréstimos, mecanismo de solidariedade)
Conclusão

Finalmente, para além da discussão técnica a respeito das demonstrações contábeis, destaco que a partir de orientações básicas acerca dos objetivos de cada relatório, qualquer pessoa pode de fato compreendê-los ao realizar a leitura, mesmo sem formação na área de negócios.

O valor recebido a partir da venda do mando de campo no jogo contra o Flamengo, em 2019, o qual não está evidenciado de maneira transparente nas demonstrações, é um claro exemplo da evolução que o clube precisa realizar em seus relatórios. 

Finalmente, o clube poderia usar dos valores recebidos por meio do programa de sócio-torcedor e bilheteria para destacar a contribuição direta que os torcedores e torcedoras realizam. Em 2019, por exemplo, estas duas receitas representaram aproximadamente 15% das receitas totais do clube (2017-2019) sendo que em 2016 representaram mais de 25%. Destaca-se que a torcida contribui de maneira direta ou indireta em outras receitas do clube. 

Fontes:

[1] [https://americamineirobucket.s3.amazonaws.com/media/mediafiles/document/2020-04/Relat%C3%B3rio_Anual_Demonstra%C3%A7%C3%B5es_2019_-_Am%C3%A9rica_Futebol_Clube_-_Final.pdf – páginas 14 a 16]

[2] [https://chapecoense.com/images/uploads/noticias/DFS_ACF_2019_Completas-compactado.pdf – páginas 4 a 14]

[3] [https://gremio.net/documentos/GFBPA-DF2019.pdf – página 29]

Publicado por Fábio Minatto

Doutorando, mestre e graduado em contabilidade na Universidade Federal de Santa Catarina.

Deixe uma resposta

Close Bitnami banner
Bitnami