As informações sobre a negociação de Gabriel e as nossas considerações

Na sexta-feira (12/03/2021), a Diretoria Executiva do Avaí Futebol Clube encaminhou resposta à petição encabeçada pelo Movimento Nosso Avaí e trouxe informações inéditas sobre a negociação do atleta Gabriel Magalhães, hoje vinculado ao Arsenal, da Inglaterra. Para ter acesso ao seu conteúdo, basta clicar no link abaixo:

Antes de mais nada, temos de prestar homenagens à providência tomada pela Diretoria. Como se vê, restaram esclarecidas as dúvidas veiculadas no requerimento. A exemplo do que ocorreu na remessa prévia da peça orçamentária aos conselheiros, a atual gestão dá importante demonstração de respeito à transparência e aos torcedores em geral.

Sobre o teor da resposta, algumas considerações se fazem necessárias.

Se entendemos corretamente os cálculos apresentados, o Avaí, com a recente transferência de Gabriel, tornou-se credor de € 3.353.202,00, a serem pagos em quatro parcelas, mas se obrigou ao repasse um terço – aproximadamente € 1.117.722,00, presumidamente também em quatro parcelas – à empresa Unique Sports e Marketing Ltda., representante do atleta desde antes de sua chegada ao clube, por força de contrato. Assim, sobraria ao Avaí o valor aproximado de € 2.235.445,00.

A despeito da repercussão negativa ocorrida em alguns círculos de torcedores, nós, do Movimento Nosso Avaí, não enxergamos, ao menos com base nas informações prestadas, indícios de irregularidade no acordo em questão. Ainda que possamos discutir a sua pertinência aos melhores interesses do clube, o fato é que o “fatiamento” de atletas se tratava de política corriqueira no meio do futebol, adotada com o propósito de atrair jogadores de potencial elevado às categorias de base (anote-se que o contrato de Gabriel com o Avaí foi firmado antes da regulamentação da FIFA que privou empresários de participações em direitos econômicos de jogadores).

Entendemos, contudo, que outro aspecto da negociação merece atenção: após receber a primeira parcela, no valor de € 644.847,00, e entregar o respectivo terço à empresa Unique, o Avaí, premido pela necessidade de sanar seus compromissos da temporada 2020, antecipou o dinheiro referente às três parcelas vincendas, mediante o pagamento de determinada taxa. Essas parcelas totalizariam aproximadamente € 2.700.000,00, mas, para contar com o dinheiro rapidamente, o clube abriu mão de aproximadamente € 800.000,00, o que, na taxa cambial da época, correspondia a pouco mais de R$ 5.000.000,00 (cuja terça parte, ou pouco mais de R$ 1.666.666,66, caberia, de toda forma, à empresa Unique).

A nosso juízo, o episódio revela o desacerto do planejamento de 2020 e coloca em xeque, mais uma vez, a tão propalada austeridade financeira da gestão. A utilização de exorbitantes valores, com o sacrifício de relevante quinhão, para tapar buracos de 2020 frustra as expectativas de novos investimentos no clube, recentemente propagandeadas pelo próprio Presidente, e não se coaduna com uma administração responsável financeiramente.

Em ano de pandemia, com suas receitas amplamente prejudicadas, a administração do Avaí não teve o mesmo cuidado em equilibrar as despesas. Ao longo do ano, realizou quase 30 contratações, a grande maioria após a decretação oficial do estado de pandemia, quando as repercussões financeiras desse problema global eram conhecidas. O próprio Presidente afirmou em entrevista que conseguiu pagar a folha salarial na íntegra apenas até setembro de 2020, mas, mesmo assim, novos jogadores foram contratados nos meses seguintes, inflando ainda mais nossas despesas. Em outras palavras, se havia alguma urgência que impunha o adiantamento de valores, esta foi criada e alimentada pela própria gestão.

Portanto, ao mesmo tempo em que comemoramos a prestação dessas informações, um grande avanço no que se refere à transparência do clube, também manifestamos nossa profunda decepção com a gestão dos valores envolvidos na negociação.

Saudamos, por fim, todos aqueles que subscreveram a petição. Estejam certos de que continuaremos firmes em nossos propósitos, por um Avaí mais profissional, transparente e próximo a seu torcedor.

Deixe uma resposta

Close Bitnami banner
Bitnami